Publicidade

InfoClick Itabuna Chame no Whatsapp Sua marca aqui no verdinho bahia Saiba Mais

Filho do ex-prefeito de Itabuna, Marcos Gomes, é preso pela PF em Sergipe

Inicio Notícias 0 Atualizado em

A polícia federal realizou ontem (18), uma operação para prender novamente Markson Monteiro de Oliveira, mais conhecido como Marcos Gomes, e o ex- servidor público Ilmar Marinho, o Mazinho. De acordo com informações os dois homens foram presos na cidade de São Cristovão em Sergipe, e em Ilhéus respectivamente.

Marcos Gomes é o filho de Fernando Gomes, ex-prefeito da cidade de Itabuna. Ele foi condenado a 13 anos de prisão por torturar, manter em cárcere privado e assassinar o vaqueiro Alexsandro Honorato, crimes ocorridos em 2 de dezembro de 2006 em Floresta Azul. Mazinho também foi condenado por ser cúmplice.

Marcos havia sido liberado em novembro de 2020, após determinação do Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Sebastião Reis Júnior. Na época, a decisão ocorreu duas semanas após Gomes voltar para o presídio de Itabuna.

O réu tinha sido preso no dia 20 de outubro de 2020 pelo Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco). Ele chegou a ser liberado para prisão domiciliar, mas essa prisão foi revogada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) e ele voltou pra o presídio no último dia 05 de novembro.

Processo

No dia 27 de dezembro de 2006, Markson prestou depoimento no Complexo Policial de Itabuna e foi liberado. A polícia concluiu o inquérito em janeiro de 2007, quando Markson Oliveira foi indiciado. O documento foi encaminhado ao MP de Ibicaraí, que ficou encarregado de oferecer ou não denúncia à Justiça.

Segundo o Ministério Público, na ocasião, o mandado de prisão preventiva expedido contra o filho do prefeito, foi datado em 8 de fevereiro de 2007 e tinha validade de 1° de dezembro de 2026. Markson Oliveira foi condenado pela primeira turma da 2ª vara criminal do Tribunal de Justiça da Bahia a 13 anos de prisão por homicídio qualificado.

Relembre o crime

Marcos Gomes foi condenado pela morte do vaqueiro Alessandro Honorato de Souza. O crime ocorreu na tarde de 02 de dezembro de 2006 na fazenda do acusado, no município de Floresta Azul. No momento do crime, ocorria uma vaquejada. Sob suspeita de ter sido furtado pelo vaqueiro, Marcos Gomes teria ordenado que o homem fosse amarrado. Já com a vítima imóvel, teria passado a espancá-la com um “chicote de cavalo”.


Filho do ex-prefeito de Itabuna, Marcos Gomes, é preso pela PF em Sergipe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fio de alta tensão cai em fazenda no oeste da Bahia e mata rebanho bovino


« Artigo Anterior

Jovem trans é assassinada em Ibicaraí


Próximo Artigo »

Leia mais notícias

Ilhéus: mulher é presa em flagrante suspeita de atear fogo em ex-namorado

Ilhéus: mulher é presa em flagrante suspeita de atear fogo em ex-namorado

Envolvimento na morte de adolescente trans de 16 anos se apresentam em delegacia de Ibicaraí

Envolvimento na morte de adolescente trans de 16 anos se apresentam em delegacia de Ibicaraí

Homem é preso acusado de agredir e ameaçar a própria irmã com um facão no bairro Nova Itabuna

Homem é preso acusado de agredir e ameaçar a própria irmã com um facão no bairro Nova Itabuna

Vitória da Conquista: Carros de bolsonaristas aparecem com pichação de ‘Lula’

Vitória da Conquista: Carros de bolsonaristas aparecem com pichação de ‘Lula’

Ministério Público pede prisão preventiva de ator José Dumont por estupro de adolescente no Rio

Ministério Público pede prisão preventiva de ator José Dumont por estupro de adolescente no Rio

Homem mata ex-sogra, esfaqueia ex-mulher e tira a própria vida

Homem mata ex-sogra, esfaqueia ex-mulher e tira a própria vida