Homem é preso após negar socorro a grávida em trabalho de parto em São Miguel das Matas – BA

Inicio Bahia Notícias 0 Atualizado em

Um homem foi preso a se negar a dar assistência à companheira durante o trabalho de parto, na noite desta sexta-feira (23), em São Miguel das Matas. Com convulsões, a mulher e a criança não resistiram.
A mulher convivia com o suspeito na zona rural. O delegado Felipe Ghiraldelli, responsável pelo flagrante, explicou que o homem ainda enterrou o cordão umbilical do bebê no quintal. “Ele dizia que o mal estar da mulher seria ‘obra do senhor’ e não a socorreu, até o pai dele chegar à propriedade e acionar a polícia”, detalhou.
Segundo a Polícia Civil, o suspeito também deve responder por fraude processual, por ter limpado o local para apagar vestígios. Foram expedidas as guias periciais e o homem está à disposição da Vara Criminal.


Homem é preso após negar socorro a grávida em trabalho de parto em São Miguel das Matas – BA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Homem morre esfaqueado pelo ex-companheiro da sua esposa em Feira de Santana – BA


« Artigo Anterior

Homem ‘surta’ e atira no meio da rua no Bairro Guarani – Vitória da Conquista – BA


Próximo Artigo »

Leia mais notícias

Policial civil é agredido por PMs no Carnaval de Salvador e denuncia racismo

Policial civil é agredido por PMs no Carnaval de Salvador e denuncia racismo

Criminoso de alta periculosidade tomba em confronto com a PM em Itabuna

Criminoso de alta periculosidade tomba em confronto com a PM em Itabuna

Jovem é morto a tiros enquanto coletava cajá em Ipiaú

Jovem é morto a tiros enquanto coletava cajá em Ipiaú

Idoso de 84 anos é morto a pauladas pelo filho em Ibicaraí

Idoso de 84 anos é morto a pauladas pelo filho em Ibicaraí

Homem é encontrado morto às margens de rodovia em Itabuna

Homem é encontrado morto às margens de rodovia em Itabuna

Gás de cozinha sofre reajuste de 8,2% e fica R$7 mais caro na bahia

Gás de cozinha sofre reajuste de 8,2% e fica R$7 mais caro na bahia