Lula ignora casos de corrupção e diz que nunca foi irresponsável com dinheiro público

Inicio Brasília Notícias 0 Atualizado em

No primeiro discurso no Palácio do Planalto como presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) elencou, neste domingo (1º), algumas conquistas obtidas nos seus dois primeiros mandatos como chefe do Executivo e afirmou que foi capaz de realizar tais feitos “cuidando com total responsabilidade das finanças do país”. “Nunca fomos irresponsáveis com o dinheiro público”, afirmou.

Ao longo dos 13 anos de governo do PT, contudo, o Brasil presenciou diversos escândalos no poder público. Bilhões de reais foram desviados dos cofres do governo para financiar esquemas ilegais, como compra de votos de parlamentares para a aprovação de projetos e lavagem de dinheiro em contratos superfaturados da Petrobras.

m dos primeiros grandes episódios de fraude das gestões do PT veio à tona em 2005. Naquele ano, foi revelado que o partido usava dinheiro público para pagar uma mensalidade a deputados federais em troca da aprovação de propostas importantes para o Executivo — caso que ficou conhecido como Mensalão. Graças ao arranjo, Lula conseguiu a aprovação de uma reforma da previdência em 2003, o primeiro ano dele como presidente.

Segundo o delator do esquema, o ex-deputado federal Roberto Jefferson, os parlamentares recebiam até R$ 30 mil por mês para apoiar o governo. De acordo com as informações divulgadas por Jefferson, o dinheiro vinha de recursos que o governo federal repassava a uma agência contratada para fazer a publicidade de órgãos públicos.

Petrolão

Outro caso que marcou as passagens do PT pela Presidência da República ganhou repercussão a partir de 2014, ainda no primeiro mandato de Dilma. Ele envolvia a Petrobras, palco de um esquema de lavagem de dinheiro que movimentou bilhões de reais com pagamento de propina dentro da empresa estatal. O episódio ficou conhecido como Petrolão.

O escândalo consistia em contratações superfaturadas de empreiteiras para a realização de grandes obras pagas pela Petrobras. Depoimentos de diversos delatores do esquema revelaram que funcionários da estatal pagavam às empreiteiras um valor superior ao que havia sido combinado para fechar os contratos. Posteriormente, a propina servia para abastecer os cofres do PT e também ia para o bolso das pessoas ligadas ao caso.

Fonte: R7


Lula ignora casos de corrupção e diz que nunca foi irresponsável com dinheiro público

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mulher se finge de morta para não pagar dívida de R$ 1.417


« Artigo Anterior

Revogação de decretos que facilitam compra de armas e munições é publicada


Próximo Artigo »

Leia mais notícias

‘Pode ser amanhã ou nunca’, diz Flávio sobre volta de Bolsonaro ao Brasil

‘Pode ser amanhã ou nunca’, diz Flávio sobre volta de Bolsonaro ao Brasil

Anderson Torres é preso pela Polícia Federal ao chegar a Brasília

Anderson Torres é preso pela Polícia Federal ao chegar a Brasília

Pediatra é barrada em cargo no Ministério da Saúde por elogiar a Lava Jato e criticar o PT

Pediatra é barrada em cargo no Ministério da Saúde por elogiar a Lava Jato e criticar o PT

Moraes determina prisão do ex-ministro e ex-secretário de Segurança do DF Anderson Torres

Moraes determina prisão do ex-ministro e ex-secretário de Segurança do DF Anderson Torres

Interventor federal no DF sugere sabotagem de Anderson Torres

Interventor federal no DF sugere sabotagem de Anderson Torres

Entenda o que é intervenção federal, decretada por Lula após manifestações violentas

Entenda o que é intervenção federal, decretada por Lula após manifestações violentas