Inicio Bahia Notícias 0 Comentários

Secretário de Saúde da Bahia pede exoneração depois de xingar chef de cozinha de ‘vagabunda’

Secretário de Saúde da Bahia pede exoneração depois de xingar chef de cozinha de ‘vagabunda’
Mudar o tamanho da letra:
A+
A-

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, pediu exoneração do cargo, nesta terça-feira (3), dois dias após xingar a chef de cozinha Angeluci Figueiredo, do tradicional restaurante Preta, de “vagabunda”. A exoneração do cargo aconteceu horas após o governo do estado emitir uma nota sobre o episódio. Conforme nota do governo da Bahia, o cardiologista entregou, nesta terça, uma carta com pedido de exoneração do cargo e a solicitação foi aceita pelo governador Rui Costa. Na carta, o médico agradeceu a confiança do governador e também desculpou-se por episódios recentes envolvendo a empresária Angeluci Figueiredo. Fábio Vilas-Boas tem 54 anos e é graduado em medicina pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), Residente e Doutorado em Cardiologia pelo InCor e pela Faculdade de Medicina da USP, além de Fellow do American College of Cardiology. Ele estava à frente da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) desde 1º de janeiro de 2015. O governo ainda informou que o substituto de Fábio Vilas-Boas será anunciado nos próximos dias, mas que, interinamente, a Sesab será conduzida pela subsecretária Tereza Paim.


https://verdinhobahia.com/?p=1043

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adolescente de 17 anos apontada por morte de uma mulher durante briga em bar em Guanambi – BA


« Artigo Anterior

Menino de 14 anos mata avô a facadas para saber como é ver uma pessoa morrer


Próximo Artigo »

Veja Mais Notícias

Três traficantes de drogas morrem em confronto com a PM em Jequié

Três traficantes de drogas morrem em confronto com a PM em Jequié

Adolescente sofre tentativa de homicídio no Alto do Coqueiro

Adolescente sofre tentativa de homicídio no Alto do Coqueiro

Ladrão de carro é morto pela PM na zona norte de Ilhéus

Ladrão de carro é morto pela PM na zona norte de Ilhéus